Artigos

Você realmente nasceu para trabalhar?
Vejo alguns comentários nas redes sociais, “Hoje é Sexta-Feira”, “Odeio segunda-feira”, “Quero estar de férias”… me pergunto: isto queima o filme de um profissional?
Nós vivemos ainda a era de Ford, Taylor e Fayol, acho que nunca conseguimos sair deste modelo, cada dia mais as empresas e indústrias procuram soluções para substituir o homem em seus negócios por máquinas. Aliás as escolas e Igrejas por décadas foram uma linha de montagem para transformar crianças em máquinas de produzir resultados.
O grande resultado causado por estes modelos de gestão adotados são cada dia mais jovens da geração “Nem-Nem”, diferenças sociais aumentando, ricos cada vez mais ricos e pobres cada vez mais pobres. Mas espere ai, isto é um discurso comunista! Não, não é um discurso comunista que é contra o capital, é um discurso de quem trabalhou mais de 30 anos nesta linha de montagem.
Fui grato por participar deste seleto grupo de pessoas, fui preparado pelos meus pais, pela escola, convívio social a viver este modelo onde o homem que veste seu terno e gravata possui respeito, poder, é considerado útil a sociedade.
Grande ilusão, é uma enorme ilusão achar que por que trabalha numa grande empresa, com pessoas bem preparadas você é melhor que alguém. Durante minha vida reparei grandes profissionais em atividades tão simples, trabalhos tão tranquilos, sem estresse, sem pressão, e curtindo a vida numa intensidade elevada.
Vejo tantas pessoas querendo disputar um diretoria, um cargo de executivo, CEO, CFO, e vejo tantas pequenas empresas faturarem milhões, e seus sócios “Super” felizes com a venda de produtos tão simples, e de forma rústica conduzem suas empresas.
Gostaria que esta nova geração refletisse quanto vale sua hora de trabalho! Quanto vale seus próximos dez anos de trabalho! Onde irá conseguir chegar se trabalharem seu próximos anos de segunda a segunda o máximo de horas para poder chegar a ter o que sonham! Onde acreditam que estarão daqui a dez anos? Quanto sua hora de trabalho deu de resultado e lucro para seu chefe, seu CEO?
Quanto você conseguiria de resultados de tivesse usado toda esta força de trabalho em um projeto seu, usando toda sua energia e vitalidade em sua própria empresa? Sabe por que os salários no Brasil são baixos? Simplesmente por que ninguém tem coragem de enfrentar as dificuldades de empreender, e nosso governo ainda dificulta mais para você depender das poucas vagas que existem a disposição.
Estava vendo no perfil do Linkedin quantas pessoas possuem os mesmos certificados, e disputam o mesmo espaço nas mesmas empresas. O quanto estamos nos desvalorizando como profissionais aceitando ofertas abaixo do nosso valor.
Tenho 47 anos, já passei por um enfarto aos 40 anos, quanto você acha que sua vida vale para o mercado de trabalho? Digo depois de vestir a camisa de algumas grandes empresas, não se iluda. Você é o resultado dos problemas que resolve. Não se ache melhor do que ninguém, não crie brigas com seus colegas por um cargo que é definido numa reunião de “happy hour”, ou no churrasco da casa do Boss.
O Brasil irá sair desta situação, todos terão novas oportunidades, mas enquanto isto o que acrescentou em sua vida junto das pessoas que ama? Quanto ajudou na educação de seus filhos?
Pense com carinho, não quero me estender.
Sylvio Cardillo – O Coach Vendedor | Pós graduado em Coaching, Marketing, e Vendas.